sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Jovens elegem 10 prioridades dentre as propostas aprovadas na 2ª Conferência Estadual da Juventude


Na 2ª Conferência Estadual de Políticas Públicas da Juventude realizada nos dias 28 a 30 de Outubro, em Araxá, os delegados elegeram 80 propostas e emendas ao texto base da Conferência Nacional de Juventude. No total, foram 997 votos válidos e 69 votos inválidos.


Delegados eleitos

Os 76 delegados eleitos do poder público e da sociedade civil para representar Minas Gerais na Conferência Nacional foram: Juliana De Souza Matias, Jose Camilo Júnior, Elson Alípio Júnior Associação, Diego De Macedo Froes, Camila Bitencourt, Adelina Maria Vasconcelos De Oliveira, Laís Barbosa Duraes, Ricardo Hott Junior, Fabíola Paulino Da Silva , Marilene Faustino Pereira, Joana Natalia Cella, Walter Vicente De Paula , Miriam Lucia De Paiva, Marcela Tropia, Gabriela Pires Laudares, Cirlan Rodrigues Santos Almeida, Edgar De Araujo Mansur, Daniel Domingues Gonçalves, Ozorio Mauricio Azevedo Silva, Poliana Cristina Campos Da Silva, Lucas Martins Ferreira, Andréa Beatriz Da Silva, Vitor Colares, Tatiane Aparecida Ribeiro, Richard Tavares De Souza, Lucas Viana Veloso, Thiago Ribeiro Franco , Wallysson Alves Brandão, Reinaldo Teixeira De Assis, Antônio Ferreira De Souza Neto, Tiago André Felício, Jane Aparecida Nunes , Rodrigo Araújo Ferreira, Cristiano Volpe Guimarães, Débora Daniele Oliveira Silva, Hermano Luis Dos Santos, Wesley De Assis Costa (Pouso Alegre), Renan Senra Barbosa, Erika Silva Durães, Thalita Galvão De Oliveira, Valmir Balbino Ferreira , Luciano Azara, Priscila Nilo, Amanda Aparecida De Souza, Tonny Anderson Santos, Rogerio Lacerda Pereira , Johnny Leni Alves Da Silva, Geralda Eliane De Souza, Iara Gobira Damasceno Silva, Flávio Nascimento, Felipe Augusto Oliveira Rezende , Rafael Leal Dos Santos Pegado, Cristiano Dos Santos, Poliana Stopa Silva, João Batista Silva Ramos, Ronaldo Pacheco, Diogo Bernini Milagres, Érika Giovanna Pinheiro Prates, Vania Soares De Melo Gomes, Gabriela Franco Leao San Juan Romanelli, Thaís Cristinne Rodrigues De Freitas, Gabriel Henrique Soares Damaso, Lucas Eduardo Jerônimo, Ernane Jesus Do Carmo Araujo, Carlos Henrique Viveiros Santos, Michelle De Freitas Ribeiro, Adirlene De Souza Lopes, Marilane Do Nascimento Batista, Liliane Souza Dias, Jonathan Monteiro Bernardo, Franco Cartafina Gomes, Fagner Pereira De Castro, Igor Yam Belligoli Serafini, Paula Cristina Silva, Stela America Dos Santos E Amarildo Pires De Oliveira.


Decálogo da Juventude

Dentre as propostas aprovadas, no Decálogo da Juventude, os jovens priorizaram os seguintes temas:

1. “Educação de qualidade”, com a proposta vencedora: “Aumentar investimento na educação, garantindo remuneração adequada, formação inicial e continuada dos profissionais em educação e criação de um plano de carreira nacional. Garantindo à Lei Federal, do piso salarial do profissional de educação”

2. “Profissionalização, emprego e empreendedorismo” com a proposta vencedora: “Criação e ampliação do ensino técnico profissionalizante (em parceria com iniciativa privada ou não) e fortalecimento do cumprimento da Lei da Aprendizagem com acompanhamento sistemático de jovens aprendizes e estagiários em suas atividades nos postos de trabalho. Sobretudo, observar as especificidades do contexto local, a fim de facilitar a inserção do jovem no mercado de trabalho sem necessidade de experiência mínima de 6 meses.”

3. “Diálogo com o governo” com a proposta vencedora: “Reformulação do Conselho Estadual de Juventude, garantindo a representação paritária, regional e democrática, da Sociedade Civil e do Poder Público, aumentando o número de vagas de 13 para 23, de maneira que as 10 vagas adicionais sejam ocupadas por representantes de cada regional de planejamento, na condição da região apresentar mais de 50% de municípios com Conselhos Municipais de Juventude instalados. Acrescentando a criação de um comitê paritário entre governo e sociedade civil para redefinição de finalidade, caráter e composição. E criação, onde não houver, dos Conselhos Municipais de Juventude; sendo estas instâncias consultivas, eletivas e deliberativas do poder público estadual e municipal sobre as questões relativas às políticas públicas da juventude.”

4. “Vida saudável e política sobre drogas” com a proposta vencedora: Criação e manutenção dos Centros de Reabilitações devidamente estruturados para o acolhimento de dependentes de drogas lícitas e ilícitas e suas famílias, e liberação de recursos, e apoio às comunidades terapêuticas nos termos da legislação em vigor, bem como a criação e manutenção de unidades de acolhimento nas periferias.”

5. “Livre associação e mobilização social” com a proposta vencedora: “Fomentar e incentivar a criação de conselhos municipais da juventude, de grêmios estudantis, departamentos acadêmicos e diretórios estudantis, onde houver instituições de ensino superior, com capacitação contínua e apoio por parte das escolas, dos governos e da sociedade civil organizada.”

6. “Direito a moradia” com a proposta vencedora: “Proposta Eixo Cidades – Incentivo fiscal e oferecimento de Linha de Crédito facilitada, com cotas, destinadas aos jovens para a aquisição da moradia própria.”

7. “Acesso a cultura e conexão” com a proposta vencedora: “Criar espaços públicos e fomentar os já existentes para apresentações culturais, afim de que os jovens se apropriem dos locais e possam se envolver em atividades que os aproxime da cultura sem que precisem custeá-las.”

8. “Garantia e segurança” com a proposta vencedora: “Ampliação e criação de políticas de segurança pública preventivas com foco no atendimento de jovens em situação de vulnerabilidade social e melhoria da infraestrutura das áreas com altos índices de criminalidade nos municípios, pautado na efetivação do Plano Estadual de Juventude.”

9. “Convivendo com as diferenças” com a proposta vencedora: “Realização de campanhas de conscientização, tais como palestras, cursos, colóquios e intervenções sociais pelos entes federados (governos federal, estaduais e municipais) em parceria com órgãos da sociedade civil, direcionadas a sociedade, com o objetivo de disseminar a temática das diversidades.”

10. “Prevencao de DST e planejamento familiar” com a proposta vencedora: “Ampliação do Projeto Pode Cre, tornando-o um programa que consiga alcançar os 853 municípios mineiros.

A relação detalhada será publicada no relatório final da Conferencia Estadual da Juventude.










Nenhum comentário:

Postar um comentário